Posts Tagged ‘rock’

Excelente investimento! fature um bom dinheiro com vendas de livros,abastecendo bancas de revistas,e vendendo em seu próprio comércio se tem,sendo você o patrão de seu próprio negócio. Ganhe 5.000.00 reais à mais por semana

Excelente investimento! fature um bom dinheiro com vendas de livros,abastecendo bancas de revistas,e vendendo em seu próprio comércio se tem,sendo você o patrão de seu próprio negócio. Ganhe 5.000.00 reais à mais por semana Para quem é vendedor ambulante,também uma ótima oportunidade de ganhar muito dinheiro.  xerox e encadernação,por favor confira! tudo que você tem á fazer é tão somente ísso,mandar tirar xerox e encadernar por apenas 7,00 reais aproximadamente à depender do local e da quantidade,o preço pode sair por 5,00 reais…as xerox são todas preta e branca,tão somente a capa colorida,é ela quem dar destaque ao livro,por ísso colorida…o livro já estar todo pronto,é de alta qualidade uma literatura brasileira e underground,Juca vida bandida,com uma estória muito linda de amor,qual o preço do livro é 35,00 reais…ele será para você gratuito…você gastando 7,00 reais para mandar encadernar,à colocar para vender por 35,00 reais cada livro,dar para você entrando num acordo com o dono da banca,liberar 10,00 reais para ele pela venda de cada livro,e ficar com os 25,00 reais por cada livro vendido. 100 livros que você vender,em questão de uma semana,você ganha 2.500,00…200 livros você ganha 5.000.00 reais. você poderá colocar para vender também em  portas de universidades…universitários gostam muito de literaturas!…bom negócio esse!…logo logo você estará com seu carro,com sua moto nova predileta,o apartamento de seus sonhos!… vá na força de Deus,creia na vitória que Ele te dará e seja uma pessoa próspera e bem sucedida na vida! sucesso!…por favor acesse nesse link,confira a qualidade do livro,Juca vida bandida,sendo do seu interesse esse negócio,faça o download ,imprima e leve para tirar xerox e ancadernar num local que tenha o melhor preço para serviços em quantidades,também fiscalize a qualidade dos trabalhos se são de boa qualidade,a qualidade também é o segredo do sucesso…tudo com bom preço,também com boa qualidade! você pode começar com  30,00… 40,00 reais, com 50,00 reais,com 100,00 reais, com quanto você sentir de Deus no coração de começar!

Querendo um maior investimento coloca para rodar numa gráfica,em grande quantidade,e distribui também em livrarias!

Deus é contigo!  fika na paz!…fika com Deus! também com o livro Juca vida bandida, literatura brasileira underground acessando nesse link,copiando ele lá em cima no seu navegador da internet,e dando enter:

http://static.recantodasletras.com.br/arquivos/3846110.pdf

 

fika também com o site:  7 underground “notícias,artes,cultura e entretenimento”

 

acesse ele na internet. Tudo de bom para você sangue bom!

 Check! Deus é contigo!

Este livro é um grande clássico da literatura brasileira,totalmente ilustrado,com ilustrações exóticas,eloquentes e versátil com uma linda estória de amor bastante emocionante! pura adrenalina!…o seu cenário ocorre todo na bahia,com muitas aventuras,dramas,ação,terror,suspense,totalmente baseado em caso real! e em forma de novela!…retratando o submundo das drogas,as corrupções do Brasil,e e com uma linda estória de amor! muito lindo esse livro,emocionante!…e realista!

Enquanto isso, Juca já estar pescando lá no Humaitá, ali depois da Boa Viagem e do Forte do Monte Serrat, aonde tem um quartel do Exército: O parque Regional de Manutenção (6ª R.M.). Ele estar pescando com Dico e com Cesa:
– Juca! Jogue o anzol mais pro fundo, se não você só vai pegar Pititinga e xangô, e esses peixes são bem
miudinhos e quase que não enche a barriga é preciso comer vários deles pra no mínimo enganar o estômago.
– Cesa, qual foi o maior peixe que você já pegou aqui?
– Eu já peguei Pampo, Bagre, Miroró, até Vermelho eu já peguei aqui.
– E você Dico?
– A mesma coisa que Cesa. Nós sempre pescamos juntos aqui, já faz um bom tempo, uns, dois anos mais ou menos. Aqui também tem Ninquim, Caramuru e Baiacu.
– E esses peixes dar pra encher a barriga, Dico?
– Fala pra ele Cesa!
– Ninquim é um peixe venenoso Juca… e se a pessoa comer morre, não tem habeas-corpus, ele é muito perigoso e tem até ferrão. Ele fica ás vezes entre as pedras sobre a areia, em baixo dágua, e quando alguém pisa nele, pega uma febre terrível, e rapidinho, alguns
momentos após, é um revertério invocado!, bate logo um calafrio, e uma dor de cabeça lascada. E o Baiacu e o Caramuru também são venenosos, mas a versão deles
não sei direito qual é  mesmo não! Eu sei que o Baiacu ele se incha todo. Uma vez eu peguei um e botei aqui em cima da alvenaria, e o sol tava demais bicho, que parecia o deserto do Saara. O sol tava de um jeito pra camelo nenhum botar defeito e o Baiacu foi se inchando! Se inchando! Se inchando parecendo até que ia se estourar, chamando a atenção de muita gente e ele tinha dois chifres horríveis, parecendo um morcego!
Parecia mais um demônio, e o Ninquim também parece, vocês saca aqueles demônios bem cavernosos? Com uma cara bem carrancuda daqueles filmes monstruosos?
(Juca) – Eu já vi!… em Scooby Du, sempre passa cada um terrível. Nas tartarugas Ninger também tem o
vingador e em He-mam, tem o Esqueleto, eles são de assustar! E geléia dos caças fantasmas! (Risadas).
(Cesa) – Ponha monstros nisso aí! Vocês assistiram Geison? E Alien? E a mosca, o predador?, vocês já viram a cara de ghioday?
(Dico) – Quê nada, ponha monstros nisso tudo aí. Vocês viram aquela endemoniada possuída pelo diabo, que até levitava da cama. Vocês viram como ficaram a cara dela?
O maior terror! De assombrar qualquer um, principalmente quando ela dava aqueles gruindo estranhos. Foi no final do exorcista, e aqueles monstros…a volta dos Mortos Vivos?
(Juca) – Mas perai? Agente ta aqui falando de um Baiacu e de um Ninquim! Afinal de conta que peixes são esses?, é o diabo é? (risadas).
(Dico) – É verdade!, agente viajou nessa, que onda braba? Agente fez uma tempestade num copo d´água, ou
um terremoto num grão de areia! O Baiacu e o Ninquim quem diria que por causa deles agente foi chegar a
esses monstros todos! Que doidera!?… E olha que eu ainda tou de cara em!
(Cesa) – É, agente ta de cara, mas foi a lombra da maconha de ontem que nos deu essa viagem toda.
(Dico) – Possa crê!…, mas vamos voltar ao assunto! Tanto o Ninquim como o Baiacu e o Caramuru são peixes venenosos, mas eu já ouvi falar que tem pessoas que comem esses peixes…o segredo é saber tratá-los tirando todo o veneno deles. Se não souber tratar? É caixão e vela!
(Juca) – Opa! Acho que peguei um peixe!…o meu nylon ta puxando e pitombando, e a vara ta mais pesada, parece que o peixe estar fisgando o anzol, oi! Que beleza, legal!.
 (Dico) – Puxe logo Juca! Se não pode escapulir…ta parecendo que é um peixe grande!
(Cesa) – É um vermelho enorme!…olha Dico! Ual, Juca ta com sorte, esse dar pro rango, merece uma boa
comemoração. Vamos acender um baseado pra fumar agora…agora é que agente vai ficar legal!
(Dico) – Vamos botar logo um morrão… Cesa, enrole uma estaca daquelas!..
(Cesa) – Cadê a seda Dico?
(Dico) – Por aí você acha uma carteira de cigarro vazia ver se acha uma de Carlton que a seda é mais fina.
(Cesa) – Juca, vá ali comprar um careta pra gente acender a maconha. Aproveite e traga um pilão… olha se ligue nos movimentos, que aqui as vezes pinta os canas disfarçados e aqui tem muito caguete também, conspiradores e corujões, mas nós somos cabeças qualquer coisa agente tira de tempo dos otários e deixa eles abatidos.
(Juca) – Dico mais Cesa!?…e o quartel do Exército ali? Bem de cara pra cá!…vai sujar legal pessoal!
(Cesa) – Que nada! Esse Quartel aí é maior limpeza. Nós já fumamos aqui no Humaitá há um bom tempo, e eles nunca tiraram nenhuma braba com a gente. É só não bagunçar e não escancarar na cara do juiz…e ficar numa boa, viajando na maior paz, agente só não pode vacilar, porque o carro do Ibama!… A popó? De vez em quando dar um rolè na área afim de dar uns baculejos e capear os bichos.
Nós fumamos depois…vocês sabem que nós somos cabeças! Nós somos das antigas, e os canas tem mais é que passar abatidos com agente, e se eles perguntarem alguma coisa querendo tirar alguma idéia!!!…a minha é Federal!!… No maior queixo duro!!!…
(Juca) – Só!?… queixão mesmo.
(Dico) – Queixo de concreto! (Risadas), mas vocês estão conversando demais, vá logo lá fazer o avião do careta…
Juca… traga um pilão descente…nós agora vamos fazer a cabeça e mais tarde assamos o peixe pra se empapuçar legal!, possa crê! É de lei!…
E após algum tempo:
(Cesa) – Aqui a seda Dico, tome, eu não  achei a de Carlton não, vai  de Holliwood …
(Dico) – Me der aí essa seda pra eu enrolar a paranga essa coisa ta bem tratadinha, e é um bagulho bem servido… eu já tirei todas as sementes e os camarões, oi!… são uns camarões bem zangados do mau mesmo!, possa crê uns e outros! Cabeça de nego oi Cesa.. no capricho mano, oi!?…se ligue!, ta madurinha essa coisa não é pra qualquer um não! A coroa me  considerou, foi Alaíde lá do Maciel, ela ta ligada que eu sou das antigas
e toda vez que eu chego lá pra fazer um avião, ela já sabe qual é de mesmo, e quem são os cheiros moles, os
pregos! Os tonhos, os Zé manes! Ela saca logo que são otários, e só vende as palhas e depois ficam tirando uma de playboy ou surfistas más só de lombra mesmo, porque palha são palhas…não bate o porradão, e eles fumam e depois ficam parecendo uns pregos pensando que tão abafando.
(Cesa) – Parecendo Dico? Eles não passam de uns tremendos calhotas. Aposto que eles nem sabe o que é malandragem, e ficam por aí pensando que são os cabeças. Olha!? Eu garanto que se botar bosta de boi pra eles fumarem? Eles fumam e ainda dizem que é um morrão do mau (risadas)
(Dico) – Esses caras são uns tremendos babacões, e eu não duvido nada se eles não andam comprando
paraguaia por ai pensando que é crack. Lá no Maciel tem uns pivetinhos que ficam no maior saci destrinchando sebo de velas  pra ficar dizendo que é crack dando um contraboquinho nos gadinhos… e lá os pivetinhos não vacilam quando estão durango-kid.
(Cesa) – Dico!, se ligue só! Se um desses otários me intimar pra dar uns paus na minha maconha, eu libero numa boa, ainda mando se empapuçar, mas se vacilar comigo? Se der mole? Se pisar na bola! Já viu? Eu mando botar a mão pra tomar uns bolos, e não aliso! Vocês sabem que eu boto pra lá. Lá na rua teve um tal de um Zé mane que fumou comigo e depois ficou de boresta marcando toca, dando risadas demais e falando abobrinhas, parecendo pirobo ou boiola? Eu me injuriei com a cara dele e paguei uma carreta daquelas, de
deixar qualquer um miando com a cara  de horror! Possa crê e mandei se plantar. Eu disse assim pra ele: feche os
seus dentes que você não ta vendo nenhum veterinário aqui não seu prego! Qual é que é que é? Vai ficar nessa aí parecendo mulher ruim seu pilantra? Se plante! ah! Eu mandei ele se plantar e ele não levou fé. Aí eu pipoquei o cara no pau, e ele ficou gritando uai! Uai, uai , pare com isso! Ele ficou cheio de CAÔ! CAÔ!, como quem implora pinico, se cagando todo de medo, implorando pare com isso. E eu disse pare com isso o que?, eu cheguei até a morder a minha língua de tanto ódio que fiquei, até me deu vontade de regular o relógio dele, e ainda tirar todo o dinheiro da sua carteira, de tanta raiva que eu fiquei daquele palerma, o maior prego da paróquia. E se eu quisesse, na parada que eu tava com ele, eu tirava tudo dele, ainda tirava as roupas toda e o tênis e mandava ele
pra casa nu. Mas graças a Deus que eu não sou disso, a minha é viver na paz, e além do mais eu não tenho
precisão dessas coisas. Vocês sabem quem foi o cara? Zoio de Boi! (Risadas).
(Dico) – Aí vem Juca com o careta aceso. Como é que é?, vamos fumar essa coisa aqui mesmo na alvenaria? Qualquer coisa a gente canta aquela reza feia da Ave-Maria! A gente canta parodiando, a gente faz assim:
alveeeenaariaaaaaaaaaaa!…
(Cesa) – Você ta maluco Dico? Aqui é a maior sujeira! É desacato ao quartel do Exército. Vamos considerar a nossa pátria… nós vamos fumar lá no muro ao lado do Farol, que lá agente se toca em todos os movimentos, e se sujar nós despensamos o fragoroso e ficamos numa boa, é só ficar todo mundo boca de siri, que boca fechada não entra mosca.
(Juca) – Aqui o cigarro Dico
(Dico) – umbora ali fumar esse charutão, pra nós ficarmos na paz, muito certo e legal!, vamos lá!
(Cesa) – olhe pra isso…olhe  como ta esse muro Juca! Oh só pra isso Dico! Ta a maior escaldação, uma barreira invocada!
(Dico) – Nossa! Olha pra isso Juca tem mais de quinze caras se aplicando!
(Cesa) – Esse navio ta demais…pode ser um Titanic…
Ou um  batamuche… é muito peso pra proa e pro convés e essa tripulação pode afundar se os homens chegarem ai a coisa fica difícil, os canas enquadram todo mundo sem ter habeas-corpus pra ninguém. Como é que é pessoal? Vamos dar umas bolas aqui mesmo ao lado dessa barca aí?
(Dico) – Por mim a gente escancara na maior limpeza, você sabe que comigo não tem essa, e se os canas
chegarem comigo eles se passam abatidos que eu sei me plantar,e  tiro de tempo numa boa! Não vou mentir!…
(Juca) – gente! Não tem outro lugar mais tranqüilo por aqui não? Pra nós fumarmos escondidos, esse muros ta a maior viola, ta bandeirando legal, e eu fico até meio cabreiro, assim numa barreira dessa, dando a maior parla pra “cara do juiz” pode ser a maior furada, e eu não tou querendo perder a minha liberdade pra ficar preso assim tão de graça não. Se a policia nos prende, e meu pai fica sabendo disso? Eu tou acabado!… ele é muito legal…más o coroa em assunto de drogas? Ele é muito radical! Vamos procurar um lugar melhor…
Um cara de mais de quinze maconheiros fala:
– Qual é de mesmo uns e outros? vocês três aí tão querendo fumar? Podem chegar numa boa pra se dar de bem, que é nenhuma! A área ta a maior limpeza!
(Dico) – Mas essa barca ta muito grande e pode escaldar, nós vamos dar umas bolas ali atrás das pedras do forte. E Barbosinha? Barbosinha tem rondado a área?
( turma de mais de quinze):
– vocês tão ligados que Barbosinha ta em todas as paradas, e ele teve aqui ontem deu um fragrante no George, mas só achou um finório,um  finozinho de cadeia, aí eles só repreendeu e depois liberou ele numa boa. Barbosinha ta mais atrás é de traficante e ele passou aqui procurando Gurubel, mas quando ele quer, ele prende o viciado pra abordar e dar uns conselhinhos e depois despensa, pode ser até no mesmo dia isso vai depender do caso.
(Juca) – Eh, pessoal! Só que eu não tou afim desse conselho aí não!
(Risadas).
(Dico) – Só faltava esse refresco pra gente se desabotinar nas gargalhadas…e aí? Vamos adiantar o
nosso lado, ou vai ficar nessa aí de ramandiola?, todo esponogado olhando pro mar de cara.
(Cesa) – Qual é a sua Dico? Quer me alugar é?, se plante mano, ta violando nos papos, marcando bandeira com essa idéia furada? Até você cara….qual é a sua meu irmão?
(Dico) – Idéia furada? é?… Deixa quieto! É só onda mesmo pra variar, você acha que vou moscar?
(Cesa) – Deu mole!, olá em! não me tire de tempo com esses alugueis barato não em ! que eu não gosto dessa braba comigo não… eu sou cara homem!
(Dico) – Poxa Cesa!, eu só tava brincando mano, você levou a serio cara?, me perdoe uns e outros, você sabe que nós somos camaradas das antigas, e com agente não tem dessas…vamos fumar a boa pra tirar essa
lombra e ficar legal. Aí pessoal… Vamos chegando! Vamos nessa aí malucos!
(A turma de mais de quinze) – Só possam crê, é nenhuma! Qualquer coisa a gente dar um nico, tome aqui um careta aceso pra vocês acenderem a maconha de vocês, que esse aí já estar na morta. Boa sorte! Se empapucem!
Juca, Cesa e Dico vão pra trás do Monte Serrat e quando chegam lá, eles se batem com uma turma de pivetes. Uns cheirando cola e outros fumando crack e também maconha com haxixe e outros cheirando pó, cocaína. são seis meninos e quatro meninas. Todos de menores com as suas faixas etárias entre seis e quinze anos de idade, e que apesar das suas poucas idades já são bandidos cheios de malícias e de periculosidades, com perspicácias e sagacidades. Eles são marginais
corrompidos e totalmente revoltados, numa vida clandestina e aventureira de furtar, roubar, matar e se
drogarem por aí. Eles apesar de serem pequenos, já são terríveis e perigosos. O  chefe desse grupo é Ringo, um menino de quinze anos que coordena a sua quadrilha, dando as instruções aos pivetes do seu bando. A famosa bebê abordo. Ringo olha pra Juca como quem diz qual é de mesmo, qual é a sua seu troxa? E já pega o seu três oitão (38), um revolver todo preto com tambor aniquilado, e saca, pra ele, visando Dico e Cesa ao mesmo tempo, se preparando pra o que der e vier e Dico ver que o negocio é da pesada, ele chega com jeito e conversa assim:
(Dico) – Podem ficar a vontade, nós somos de paz, a gente só veio fumar uma coisa, se vocês não se zangarem!…nós podemos acender essa boa aqui com vocês?
(Ringo) – Ta limpeza! Mas se plantem, e fiquem ligado nos movimentos, qualquer coisa eu mando bala, a minha é essa mesmo! Vai contestar?
(Cesa) – Qual é que é rapaz? Que braba é essa? Qual é a sua com esse rojão furado?…olha, nós somos caras homens e somos das antigas, e é nenhuma! É nenhuma mesmo!, a gente não come nada, nós somos caras cabeças e a agente só ta mesmo afim de fumar um bagulho, e você vem com esse papo furado, isso é puro cheiro mole, e eu não como nada! E você com esse treco aí apontado pra cá não me encabrera não! Isso pra mim é cagona…qual é?…  Nós chegamos numa boa, numa de
paz e amor, e você dar esse mole cara!, dar pisando na bola rapaz? É assim que você é muito doido guri?, manda bala! Manda!? Manda se você é esse cara doido todo, é só assim é?… ta pensando o  que? Ninguém aqui
é passarinho!, olha se você puxar o gatilho desse berro, atire pra matar, que se não você morre seu prego!
– (…)
(Dico) – Calma Cesa, vamos ficar numa boa, todo mundo aqui é maluco!, vamos ficar na paz”…
(Ringo) – eu to ligado que vocês são cabeça, mas quem ver cara não ver coração, coração de ladrão é nas solas dos pés e coração de bandido é escuro igual a betume e já pintou muitos pilantras no pedaço pra violar o nosso barato, e eu ando meio revoltado com essas ondas brabas, e não consigo confiar em ninguém assim de primeira. Mas vocês podem se aplicar aqui com a turma.
(Juca) – vocês são daqui da área mesmo?
(Ringo) – a gente mora onde não mora ninguém!, agente vive por aí, um dia aqui, outro ali, e outro por aí!
(Dico) – ô Juca! O baseado já esta acochado. Dê uma cera aí, e pode acender, e aproveite dê logo a sua brasa.
(Cesa) – ô Ringo, quantos anos tem esse pivete cheirando cola?
(King) – Qual é a do cara aí Ringo, me chamando de pivete e de pingo de gente? Não gostei disso não em! eu sou cara homem!
(A turma não se agüenta e dão risadas).
com ele, se moscar, ele manda e não tem habeas-corpus certo pra vítima. É relógios, carteiras, bolsas, é o diabo ás quatro, seja o que for, e ninguém consegue pegar King…na maioria das vezes..né King ainda me lembro daquelas bordoadas que a população te deu ali na Baixa dos Sapateiros.
(Risadas).
Juca fica espantado e não consegue crê no que ele esta vendo. E enquanto ísso ele dar uma puxada na erva  e olha impressionado pra King. E as drogas vão sendo consumidas por todos. Juca passa a maconha pra Dico. Dico passa pra Cesa, e em seguida eles dão pra Ringo, e Ringo fuma e passa pros outros meninos, e enquanto isso, os meninos passam o crack e a cocaína pra eles, mas a cola? Só pros guris, ou seja pros menores mais novos. E todo mundo fica muito doido, rolando os seus
bate-papos sobre máfia, prostituições, e as aventuras, contadas pelos menores, incluindo as suas experiências maliciosas lá no CAM e nesses bate-papos, eles ficam mais íntimos entre si, e Ringo resolve abrir o jogo dizendo:
(Ringo) – Olhem malucos!, eu mentir dizendo que moro onde não mora ninguém. Afinal de contas malandro é
malandro, e o urubu também é bicho malandro, que não canta pra não cair na gaiola,e o papagaio! O papagaio também, porque já nasce todo verdinho…o patriota legitimo desse nosso Brasil. É por isso é que eu escondir o jogo, mas já deu pra eu me tocar legal com os papos e as expressões de vocês? Que vocês são caras legais. Possa crê! Leve fé no que eu digo.. é de coração! … e na verdade nós moramos no Centro da cidade. Eu.. Lena, Mira, Leila e Lilica? Somos do Maciel, lá da vinte e oito,
atrás do Pelourinho vocês sacam? Chicão e o restante do bando moram uns na São Miguel, e os outros na Ladeira da Montanha nós somos da Bebê abordo e estamos foragidos do CAM a quatro dias, e os comissários de menores estão atrás da gente, e a policia também, pra nos entregar ao CAM.

Adquira este livro no formato pdf contendo 507 Páginas por apenas 25,00 reais.
um grande clássico da literatura brasileira,totalmente ilustrado,com ilustrações
exóticas,eloquentes e versátil com uma linda estória de amor bastante emocionante!
pura adrenalina!…o seu cenário ocorre todo na bahia,com muitas aventuras,dramas,ação,terror,suspense,totalmente baseado em caso real!
e em forma de novela!…retratando o submundo das drogas,as corrupções do Brasil,e e com uma linda estória de amor!
muito lindo esse livro,emocionante!…e realista!
adquira ele entrando nesse contato,colocando o seguinte assunto:
Livro Clássico

clevitonnds@bol.com.br